Discos Escondidos #026: Arrigo Barnabé – Façanhas (1992)

Discos Escondidos #026: Arrigo Barnabé - Façanhas (1992)

Depois de revolucionar a música brasileira com Clara Crocodilo (1980), musicar uma história em quadrinhos no álbum Tubarões Voadores (1984), compor a trilha sonora do filme Cidade Oculta (1986) e do álbum Suspeito (1987), Arrigo Barnabé lança aquele que pode parecer seu álbum mais “simples” (bem entre aspas): Façanhas (1992).

Abusando das baladas, pianos e saxofones, Arrigo destrincha inúmeras canções memoráveis nesse que é um dos maiores álbuns de sua carreira. Destaco as faixas: Imagem, Façanhas, Canto I do Inferno (SIM, ele musicou Dante Alighieri!), Eu não sabia que você existiaBom sujeitoSuspeito Mal Menor, esta última, uma canção de Itamar Assumpção. Em alguns momentos doce, noutros violento… Façanhas é um discaço que vale ser ouvido de novo e de novo e de novo.

Sem mais delongas, Arrigo Barnabé:

Share Button

Cineasta, escritor e compositor, vive procurando novos discos pra ouvir e é fanático pela música dos anos 60 e 70. Escreve sobre Discos Escondidos nem tão escondidos assim e seu EP "4 Baladas Vermelhas" foi lançado em Dezembro de 2014 aqui no Jardim Elétrico.