Discos Escondidos #055: Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens – Educação Sentimental (1985)

Discos Escondidos #055: Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens - Educação Sentimental (1985)
by

Kid Abelha (antes chamada Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens) foi uma banda brasileira surgida nos anos 80 na cidade do Rio de Janeiro. Formada a princípio por Paula Toller (vocais), Bruno Fortunato (guitarras), George Israel (sax tenor e vocais), Leoni (baixo e vocais) e Beni Borja (bateria), o grupo se tornou uma das bandas de maior sucesso da música brasileira naquela década unindo influências do pop, do rock e da new wave.

Abordando temas adolescentes como o romantismo e a rebeldia, a banda surgiu na mídia quando teve duas canções lançadas no disco Rock Voador, uma coletânea de bandas novas lançadas pela Warner. Em seguida, consegue um contrato com a gravadora e em 1984 lança seu primeiro álbum, intitulado Seu Espião.

Músicas desse disco de estreia como FixaçãoComo eu Quero Pintura Íntima se tornaram grandes sucessos e garantiram as ótimas vendas do álbum que conseguiu a certificação de Disco de Ouro pelas mais de 100.000 cópias vendidas. No ano seguinte, a banda lança Educação Sentimental, último disco com a participação de Leoni que, até então, era o principal compositor da banda.

Discos Escondidos #054: Gang 90 & Absurdettes – Essa Tal de Gang 90 & Absurdettes (1983)

Considerado o melhor álbum da carreira do Kid Abelha, Educação Sentimental apresenta composições mais maduras e arranjos mais complexos do que o primeiro álbum do conjunto. Com sucessos como Lágrimas e Chuva (inspirada no famoso monólogo do filme Blade Runner), GarotosA Fórmula do Amor (anteriormente lançada por Léo Jaime com participação do grupo), o álbum alcançou a certificação Disco de Ouro Duplo pelas mais de 200.000 cópias vendidas.

Do álbum, destaco as faixas: Lágrimas e Chuva, Conspiração InternacionalOs OutrosEducação SentimentalGarotos A Fórmula do Amor.

Sem mais delongas, Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens e seu Educação Sentimental:

Share Button

Cineasta, escritor e compositor, vive procurando novos discos pra ouvir e é fanático pela música dos anos 60 e 70. Escreve sobre Discos Escondidos nem tão escondidos assim e seu EP "4 Baladas Vermelhas" foi lançado em Dezembro de 2014 aqui no Jardim Elétrico.