Discos Escondidos #059: Jackson do Pandeiro – O Cabra da Peste (1966)

Discos Escondidos #059: Jackson do Pandeiro - O Cabra da Peste (1966)
by

José Gomes Filho, mais conhecido como Jackson do Pandeiro ou O Rei do Ritmo, foi um cantor e compositor brasileiro nascido em 31 de agosto de 1919 na cidade de Alagoa Grande, Paraíba, e que faleceu no dia 10 de julho de 1982 em Brasília, Distrito Federal.

No início de sua trajetória com a música tinha vontade de tocar sanfona, porém, por ser um instrumento muito caro, ganhou um pandeiro de presente ainda pequeno. Tendo adotado o nome artístico de Jack por causa dos filmes estadunidenses que via nos cinemas naquela época, mudou-se para João Pessoa nos anos 40 onde começou a tocar com frequência em rádios e na noite paraibana. Algum tempo depois, em 1953, lançou um de seus maiores sucessos: Sebastiana, música composta por Rosil Cavalcanti. Logo depois estreia a música Forró em Limoeiro, de Edgar Ferreira, outra música que se tornou uma das mais icônicas de sua carreira.

Discos Escondidos #023: Alceu Valença – Espelho Cristalino (1977)

Ao se mudar para o Rio de Janeiro alguns anos mais tarde, e trabalhando na Rádio Nacional, Jackson do Pandeiro seguiu transitando com facilidade entre vários estilos musicais, como o baião, o coco, o rojão e as marchinhas. Nessa época ele lançou faixas icônicas como Chiclete com BananaO Canto da Ema. Com mais de 30 álbuns lançados desde o sucesso da música Sebastiana até o seu último disco Isso é que é Forró!, de 1981, Jackson do Pandeiro é considerado um dos maiores responsáveis por popularizar e difundir a música nordestina por todo o Brasil, além de um dos maiores ritmistas da história da música brasileira.

Entre as dezenas de álbuns de sua discografia, no Discos Escondidos dessa semana trazemos o álbum O Cabra da Peste, lançado em 1966 e o primeiro LP do cantor na gravadora Continental. Mais uma vez mostrando a facilidade com que o compositor transita entre gêneros musicais e já na primeira faixa deixando claro o motivo de ele ser conhecido como O Rei do Ritmo, O Cabra da Peste é definitivamente um dos melhores discos da carreira de Jackson do Pandeiro.

100 Discos & 100 Cervejas: Luiz Gonzaga – Quadrilhas e Marchinhas Vol. 2 (1979)

Do álbum, destaco as faixas: Capoeira Mata UmA Ordem é SambaForró QuentinhoBodocongóVou SambalançarPapai Vai de Trem.

Sem mais delongas, O Rei do Ritmo e seu O Cabra da Peste:

Share Button

Cineasta, escritor e compositor, vive procurando novos discos pra ouvir e é fanático pela música dos anos 60 e 70. Escreve sobre Discos Escondidos nem tão escondidos assim e seu EP "4 Baladas Vermelhas" foi lançado em Dezembro de 2014 aqui no Jardim Elétrico.