Para ouvir em 2016

Para ouvir em 2016

Se o ano só começa mesmo depois do carnaval, 2016 já está quase batendo à porta. E com tantas novidades musicais que o ano passado trouxe, o que estar por vir agora, hein? Conversamos com artistas da cena independente carioca para saber o que eles estão produzindo e o que aguardam para este ano. Confira:

Micael Amarante (Mohandas)

Micael Amarante

Projetos: Mohandas planeja gravar clipes para musicas (“Carro Sagrado”, “Pele de Cobra” ou “Maquina de Lavar”) do album “Um Segundo” lançado em novembro de 2015 e disponível aqui: https://soundcloud.com/bandamohandas/sets/um-segundo-2015

Shows aguardados: Florence and the Machine é um show internacional que deve valer a pena. Nacionais existe muita coisa boa. É para ficar atento e e conseguir ver quando existir a oportunidade.

Caio Prado

CAIO PRADO

Projetos: Muitas coisas. Esse ano pretendo rodar mais com meu primeiro disco “Variável Eloquente”, expandindo pra outros lugares como Curitiba e Recife. Vamos dar sequência ao projeto “Não Recomendados”, com Diego Moraes e Daniel Chaudon, que tem sua primeira data dia 25 de fevereiro no Sesc Arena Copacabana, no Rio de Janeiro. Temos muitos vídeos novos, especialmente 3 vídeos com Johnny Hooker, sendo um deles uma releitura que fizemos de “Mulher eu sei” do Chico César. E finalmente, pretendo lançar meu próximo disco no segundo semestre, que tem produção musical de Alê Siqueira e conta com um time de músicos gênios, que estou apaixonado: Mikael Mutti, Webster Santos, Tito Oliveira e metais de Marcelus Leone.

Lançamentos previstos pra 2016: Tem amigos artistas que admiro, lançando disco esse ano.

Isabela Moraes, grande compositora do cenário independente, poeta pernambucana que canta com a alma, lança seu disco esse ano com produção musical de Edu Capello. Diego Moraes, um  dos melhores cantores desse Brasil, fez um disco inspirador ao lado de Edu Capello. Regravou “Não recomendado” para seu aguardado disco “É que eu ando de ônibus”. Paulo Monarco e Dandara Modesto, dupla mágica que reside na paulicéia. Possuem uma sonoridade única com grandes letras. Larrisa Baq, querida iluminada; dá voo ao seu primeiro disco esse ano. Tais Feijão, amiga parceira, que tá produzindo e pretende também lançar em 2016.

Shows aguardados: Na minha agenda por enquanto tá a gravação do DVD do Johnny Hooker em Recife: “Macumba Viva”.

Botika

botika_credito_jorge_bispo

Projetos: Quero gravar novas músicas para lançar na rede. Ainda não sei que caminhos sonoros seguir, mas estou conversando com meu amigo Negro Léo de trabalharmos juntos nas músicas que tenho no bolso. Estou iniciando um diálogo com o meu parceiro Daniel Castanheira afim de fazermos uma experiência com texto e som, que não será música, apesar de flertar com música também. Pretendo compor músicas para cantores e cantoras. Por hora, me sinto mais estimulado em compor pensando a voz de outras pessoas.

Share Button

A música guia meus caminhos. Atrás de melodias, virei jornalista e vim parar no Rio de Janeiro. E isso é só o começo.

Recommended Posts